Memphis Wrestling (1.10.1981) Review | 411MANIA

– Originalmente exibido em 10 de janeiro de 1981.

Os anfitriões são Lance Russell e Dave Brown.

Quero conversar com quem originalmente gravou esta transmissão e cortou o anúncio de Dick Clark.

2 de 3 cachoeiras por alguns motivos: JIMMY VALIANT HANDMADE, TOJO YAMAMOTO, DREAM MACHINE (com Jimmy Hart) vs. KOKO WARE, TOM MALEY, PAT HUTCHINSON

-Até agora, parece que a introdução de um título de TV na área foi uma ideia brilhante e bem pensada para enfeitar o programa de TV.

-Jimmy começa com o herói da TV. Coco o move e salva parceiros dando chutes. Os bravos imploram por misericórdia e os enganados Coco, varrem sua perna e o empurram para um canto. Dream Machine Coco o levanta e deixa cair uma perna grande nele.

-Tojo marca e corta Koko. O calcanhar mantém Coco no canto e continua batendo nele até que Coco desliza entre as pernas de Valiant e pega Tom Malley. Brave bate nele e deixa cair a máquina de cotovelo. Hutchinson entra em cena para levar sua parte no chute, e o grande cotovelo de Valiant recebe o número três.

Durante o intervalo, Lance diz que os flashbacks da semana passada provaram ser tão populares que hoje vamos relançar o clipe do ano passado apresentando Jimmy Hart a Paul Ellering como o novo rei do wrestling. Esta promoção menospreza um “esgotamento de talentos” nas últimas semanas e espero que Jerry Jarrett lide com a mudança do ano dessa maneira. Um ponto alto da entrevista: a coroa não cabe na cabeça de Ellering, e no momento em que ela cai, Jimmy Hart vai até Lance para derrubá-lo.

– Mostre a casa local, e aaaaaah, isso explica tudo – Agora que Jerry Lawler está saudável novamente, Paul Ellering está de volta à área para percorrer o século com ele para atirar em todos os cantos.

-Segunda Queda: Com o show mais de um terço do caminho, começamos a cair em nossa primeira luta com todos ainda atacando Hutchinson. Eles atingem Hutchinson com força suficiente para que ele caia em seu próprio canto, então Koko se pega e enfrenta todos os três oponentes, depois pega Tom Maley. A máquina bate e engasga no Mali, e uma grande explosão faz três se acertarem.

DAVID PRICE vs. DAVID OSWALD

-Então eles ainda estão tentando descobrir se eles têm uma queda por Oswald, já que os comentaristas observam que ele é um pouco mais experiente, mas também é propenso a quebrar as regras como um atalho. Oswald aplica um bloqueio frontal, mas ao fazê-lo, a Máquina dos Sonhos confunde todos no prédio ao invadir o ringue e nocautear os dois Davids e tirá-los do ringue. Ele bate o julgamento também!

– Assistimos ao carretel de holofotes de Paul Ellering para restabelecer seu poder bem documentado.

O tempo termina: Tommy Rich, Superstar Bill Dundee e Carl Fergie vs. Angel, Dr. Bill Irwin e Tony Russo

Primeira Queda: Dundee leva Irwin com luta livre, depois começa uma briga com Angel. Paga por isso e coopera no canto do calcanhar. Baaaaack Bodydrop de Irwin.

-Angel marca, mas Tommy Rich marca também e eles lutam contra isso. Fergie e Russo vão nessa. Fergie consegue seu melhor final, então Russo dá um soco e dá o fora o mais rápido que pode. Angel critica Fergie por duas acusações. Dundee faz uma marca no interior e é agredido no canto do calcanhar pelos três homens. Russo tenta acabar com ele com uma joelhada, mas Dundee segue em frente e marca em Tommy Rich, e Sunset tira Tommy da queda.

Durante o intervalo, assistimos a um jogo de squash anterior que Paul Ellering fez apenas para nos lembrar que sim, ele é forte.

OUTONO DOIS: Lance anuncia que não temos muito tempo com 14 minutos restantes no show, então devemos obter um rolo de assinatura para todo o nosso regimento de treino em Ellering, aquecimento, resfriamento e injeções furtivas em o banheiro do LA Fitness depois que isso acabar. Uma briga começa no ringue e o árbitro luta por literalmente dois ou três minutos para restaurar a ordem sem realmente ter que tocar a campainha. O pano de fundo de Dundee em Russo recebe duas contagens, e a campainha toca para a hora da TV. Com 12 minutos restantes no show.

– E assistimos a outro jogo desta vez Ellering contra Bill Dundee para encher o relógio.

– Faltando sete minutos (!) para o final do show, Jerry Lawler sai para encher o relógio com uma promo. Ele está feliz por estar de volta com todas as grandes pessoas em todas as cidades locais. Além disso, Jimmy Hart era seu namorado, mas isso foi há muito tempo, as coisas mudaram, e Lawler não vai esquecer como Jimmy acabou de terminar com ele. Com isso, os próximos quatro anos da vida de Jimmy Hart ficaram gravados em pedra.

<!–

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

The final score: review
Torture

The 411

Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.

<!–

The 411: Well, they have a direction, with Ellering coming out to the territory, but the booking and pacing of this show was just ODD.
Final Score:
[ Torture ]
legend

–>

<!–

Legend ratings

–>



  • 0 – 0,9
    torturar


  • 1 – 1,9
    tão horrível


  • 2 – 2,9
    Muito mal


  • 3 – 3,9
    mau


  • 4 – 4,9
    pobre


  • 5 – 5,9
    Não muito bom


  • 6 – 6,9
    Média


  • 7 – 7,9
    Bom


  • 8 – 8,9
    muito bem


  • 9 – 9,9
    Incrível


  • 10 Quase perfeito

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Leave a Reply

Your email address will not be published.