Independent Wrestling Spotlight with Devlyn Macabre – PWMania

Na última edição do The Independent Wrestling Spotlight, Devlin McCaber se senta com Scott Mitchell do PWMania.com (Mustafa Hosny Oh Deus, Amém) para discutir sua carreira. Falamos sobre sua estréia, treinamento, trabalho com SHINE e AEW, e o que vem a seguir em sua carreira.

A estreia de Devlin McCabre

Macabro cresceu, tinha dois meio-irmãos. “Quando eu tinha seis anos, eles gostavam muito de wrestling”, diz McCabre. “Eu entrei nele e tive que assistir.” No começo, Macabre a odiava e não era fã dela, mas tudo mudou quando ela viu as lutadoras femininas.

“Isso mudou minha percepção”, disse McCabre à PWMania. “Além disso, ver que há mulheres nos videogames Smackdown vs Raw foi muito legal.” De então até agora, Macabre foi viciado no mundo do wrestling profissional desde então.

Crescendo, Kelly Kelly foi uma grande inspiração para Macabre. “Ela era mulher, fofinha, e loira, e eu também”, diz McCabre. “Eu não acho que me pareço com ela agora, mas na época, eu achava que gostava dela e isso foi muito legal para mim.”

Devlyn Macabre começa a treinar

Quando McCabre tinha sete anos, ela decidiu que seria uma lutadora, e isso ficou com ela desde então. “Quando eu tinha 18 anos, consegui um emprego em tempo integral e comecei a economizar para me mudar para Orlando”, diz McCabre. “Este é o lugar para onde eu queria me mudar porque muitas das escolas de luta livre que eu procurava estavam lá.”

Macabre começou a treinar aos 18 anos e desde então não parou mais. O primeiro dia de treinamento foi muito assustador, mas emocionante para o jovem Devlyn Macabre. “Meu treinador no meu primeiro dia foi Sarah Stock”, diz McCabre. “Ela era uma ex-treinadora do WWE Performance Center, então ela sabia muito.”

Para quem não sabe, Sarah Stock tem seu currículo como lutadora profissional. Stock lutou exclusivamente para a TNA como Sarita, além de treinar e treinar em todo o lugar. “Eu não sabia que ela era uma treinadora”, diz McCabre. “Descobri um dia antes da minha primeira sessão de treino, o que a tornou muito mais assustadora.”

Macabro não é fácil de intimidar. “Ela (Sarah Stock) foi muito paciente e me ensinou a rolar e um monte de outras coisas”, diz McCabre. “Ela ainda me ajuda e critica meus jogos de vez em quando.”

McCabre é muito grato por tudo que aprendi com Sarah Stock. “Ela me ensinou muito sobre o estilo de luta livre de Lucha”, diz Macabre. “Começar a treinar foi emocionante, mas também estressante, porque eu tinha medo de não conseguir. Isso era tudo o que eu realmente queria fazer na vida, e havia tantas coisas na minha cabeça.” No entanto, quando Macabre começou a treinar, tudo aconteceu naturalmente e correu melhor do que o esperado.

Macabre teve sua primeira partida cerca de um ano e meio depois de começar a treinar. “Eu treinei muito mais do que a maioria das pessoas antes de poder fazer um show”, diz Macabre. “Entrei na partida com um pouco mais de confiança do que a maioria das pessoas poderia ter em sua primeira partida, mas ainda estava muito nervoso.”

McCaber trabalhou com a estrela de wrestling independente Chalons Royal. “Ela foi muito legal e fez um ótimo trabalho ao me colocar sob sua asa, pelo que sou grato”, diz Macabre. “Quaisquer novos estagiários lendo isso, os promotores nem sempre poderão devolver o vídeo para você, certifique-se de que há alguém gravando.” Macabre lembrou-se de assistir seu primeiro jogo recentemente. “Você definitivamente percorreu um longo caminho.”

Trabalhe na cena independente e brilhe

Em pouco tempo no wrestling até agora, Macabre teve a chance de trabalhar com muitos dos grandes nomes do wrestling independente. Macabre trabalhou com Kelsey Reagan, que é amiga íntima dela. Ela também teve a oportunidade de colaborar com outra estrela do wrestling independente, Riley Shepherd.

“Antes do Capitol Show, eu nunca tinha conhecido Riley, mas ela é muito simpática”, diz McCabber. “Já ouvi falar dela, mas nunca trabalhei com ela. Temos muito em comum e construímos uma equipe muito boa.” Macabre também trabalhou com The Renegade Twins várias vezes, “Tem sido muito divertido trabalhar com eles.”

Crescendo, Macabre era um grande fã de SHINE e Shimmer, então ter a chance de trabalhar no SHINE não era algo para se tomar de ânimo leve. “SHINE é sempre uma grande oportunidade”, diz Macabre. “É uma rivalidade louca e estressante lá, mas é incrivelmente legal. Eu amo muito o vestiário; muitas mulheres são tão prestativas e é apenas uma ótima atmosfera para se estar.”

Devlyn Macabre vai para a elite

No verão, Macabre teve a chance de competir Todas as lutas de elite. Ela trabalhou com Emi Sakura e Diamante. “Também foi uma sensação muito desagradável estar competindo lá”, disse McCabre à PWMania. “Esse era o meu objetivo para este ano. Três meses depois, recebi o e-mail e isso me assustou porque estava muito animado.”

Macabre recebeu cerca de um mês para se preparar a partir do momento em que o e-mail foi enviado para o show e conseguiu novos equipamentos para o show. “Eu estava com tanto medo, mas todos foram tão gentis e os treinadores também foram ótimos”, diz McCabre. “Um dos meus treinadores, Jay Lethal, também estava lá naquele dia.”

Devlyn Macabre teve a sorte de treinar com Emi Sakura antes da partida. “Eu amo Emi”, diz Macabro. “No geral, foi uma ótima experiência. Aprendi muito sobre trabalhar para uma empresa de TV e o lado da TV. Foi definitivamente uma ótima experiência de aprendizado.”

Trabalhar com os treinadores com os quais Macabre teve a oportunidade de trabalhar foi fantástico. “Eles são muito cooperativos”, diz Merheb. “Aprendi muito com eles. Sou ecologicamente correto e de vanguarda e eles estão entre os melhores do mundo, então eles me ensinaram muito e me ajudaram a montar um conjunto de movimentos e caráter.”

O que vem a seguir para Devlyn Macabre?

Por enquanto, Devlyn Macabre está focado em ir para a Europa em maio próximo. “Vou para a Europa. Estou indo para Amsterdã, Alemanha e Manchester”, diz Macabre. “Vou treinar, melhorar, aprender sobre diferentes estilos de vida” e desenvolver minha habilidade de luta livre. “

“Sou um grande aventureiro, então acho que sair por aí seria uma coisa boa”, diz McCabre. “Depois disso, eu gostaria de ir para o Japão e também ir de trem no México por um tempo também.” O grande objetivo da Macabre é também firmar uma grande empresa.

Se você quiser seguir e apoiar Devlyn Macabre, você pode fazê-lo abaixo:

Twitter: Incorporar tweet
Instagram: Incorporar tweet
bens: DevlynMacabre.BigCartel.com

Leave a Reply

Your email address will not be published.