Gophers wrestling commit Gavin Nelson is one of state’s top running backs – Twin Cities

Tudo sobre Gavin Nelson grita duro, físico e implacável.

O jogador de 210 libras é considerado um dos melhores recrutas do ensino médio no wrestling do país. Ele é forte e robusto – como pode ser dito da maioria dos lutadores da Simley High School.

Essa sensação se mantém quando você lhe dá a bola no campo de futebol também. Lidar com uma corrida irregular é quase tão difícil quanto aterrissar no tapete.

Como o técnico do Spartans, Chris Minson, o descreveria em campo?

“Contusão. “Completamente machucado”, disse ele. “Ele pune as defesas que tentam atacá-lo cara a cara.”

Quando o número 32 move a pedra, a defesa adversária está em uma noite longa e difícil.

“Eu sempre começo a pensar nas duas primeiras entregas, ‘Vamos bater nesses caras o mais forte que puder’”, disse Nelson, que também é um dos melhores quarterbacks. Diferente.

Minsen viu isso acontecer na vitória de Semley por 35-7 sobre Robinsdale Cooper na semana passada. Cooper teve crianças e adultos difíceis. Não importava.

“Na maioria das vezes, eram necessários apenas dois ou três caras para lidar”, disse Minson.

Essa é a história da temporada de futebol de 2022. Simley está 5-0 e é o terceiro na Classe 4A antes do jogo dos Spartans em Tartan às 11h de sábado. Nelson liderou o ataque. A maior foi a vaca campainha Simle, que correu 890 jardas e 12 touchdowns em 104 carruagens.

Sua média de carregamento é de 8,6 jardas, um número que indica que Nelson é mais do que apenas um carregador de bola de cinco jardas e uma nuvem de poeira. Robbinsdale Cooper encontrou o caminho mais difícil na semana passada, quando Nelson correu 68 jardas para o touchdown, a pista mais memorável da temporada até agora.

Este é um desenvolvimento que tornou Escape, que se comprometeu a lutar pelos Esquilos no próximo ano, verdadeiramente imparável. Minson zombou de Nelson nos últimos anos sempre que ele seria pego pela defesa em uma corrida de 15 ou 20 jardas. Isso não acontece com frequência nesta temporada.

Enquanto Nelson ainda é grande e físico, ele também é explosivo.

“Ele tem equipamento extra este ano”, disse Minson. “Ele aprendeu a pular, o que é matador em todos os sentidos da palavra. Ele não tem medo de passar por cima de você, ele corre pelas alças do braço e, quando chega a um espaço aberto, boa sorte para alcançá-lo. Acho que essa é a diferença.”

Nelson disse que as melhorias são o resultado de seu trabalho fora de temporada. Ele esteve constantemente na grama fazendo ensaios com seus companheiros de equipe, enquanto também treinava individualmente e trabalhava no treinamento da HAUS em Eagan.

“Faço coisas que melhoram minhas velocidades de intervalo, meu salto corta melhor e tudo o que me certifico de que posso fazer melhor este ano”, disse Nelson.

Foi um ótimo treinamento cruzado para continuar crescendo em cada um de seus principais esportes. Nelson falou dos paralelos entre transportar um jogador em potencial ou, mais proeminentemente, derrubar um portador da bola adversária.

“Fazer os exercícios para os pés, fazer todas essas coisas, tudo isso vai me ajudar no wrestling também, para que eu possa me preparar para a temporada de futebol”, disse ele. “Mas isso também me ajudará a ficar de pé mais rápido no wrestling, e isso me ajudará a mover os caras mais em pé. Então, tudo funciona em conjunto.”

Minsen assiste Nelson lutar e pode facilmente identificar os movimentos que Nelson usa no tatame que ele também usa para destruir os atacantes adversários. Nelson observou que os lutadores são excelentes jogadores. Eles também parecem ter apresentado corredores de elite.

Na temporada passada, Nelson se separou de Landin Duvall, o lutador de luta livre estadual. Antigamente, Jake Short encheu os livros de recordes de Semley como um corredor de backhand e quatro vezes campeão estadual de luta livre.

Wade Sullivan de Lakeville North vem à mente como um ex-campeão estadual de luta livre e atualmente é o principal campeão estadual de Minnesota Duluth neste outono. Nelson pesquisou a lista desta temporada dos melhores pilotos do estado e observou que três dos cinco primeiros são lutadores.

“Acho que estamos todos muito acostumados a ser durões e estar na sala de luta livre e trabalhar duro”, disse ele. “Todos nós treinamos muito, então praticando um esporte como o futebol com uma conexão muito forte, muitos desses caras que jogam basquete e coisas assim, eles simplesmente não estão acostumados. mentalidade sólida a que estamos acostumados.”

É por isso que Minsen não tem reservas em confiar em Nelson o máximo possível, se necessário. O plano geralmente é que Nelson consiga de 15 a 20 cargas em um jogo, mas ele correu a bola 25 vezes contra Robbinsdale Cooper e poderia lidar com mais trabalho do que isso.

Os lutadores de Simle não ficam fracos.

“Isso é uma coisa que eu sei que (o treinador de luta livre de Simley, Will Short) se orgulha é que eles podem jogar a partida inteira e mais um pouco”, disse Minsen. “Eu assisto muito a esse treinamento, e é uma das salas mais difíceis que já vi.”

Nelson é bicampeão estadual de luta livre em Semley, com um futuro brilhante no esporte. Mas Minson, que jogou futebol americano pelos Gophers, disse que Nelson poderia ter jogado futebol americano universitário também. Ele disse que as costas estão no mesmo nível dos homens que ele viu durante sua carreira universitária.

Ele fez Nelson ir a alguns acampamentos de verão de futebol. Minson disse que a Dakota do Norte tem interesse na parte de trás. Mas Nelson disse a Mensen: “Treinador, eu quero ser um esquilo”.

“Eu tive muito sucesso no wrestling em que cresci e coisas assim”, disse Nelson. “Eu sinto que foi meio que um acéfalo, apenas colocando meu forte.”

“Eu não o culpo”, disse Munson.

Mas, por enquanto, Nelson está se divertindo “muito” com foco em sua última temporada de futebol. Ele gosta de jogar com seus irmãos e está trabalhando para melhorar em busca de seu objetivo de trazer o título estadual para Semley.

“Toda semana vamos cada vez mais alto no ranking, todo mundo vê como somos bons”, disse Nelson. “Então, eu só sei o quão realista é esta temporada para nos tornarmos campeões estaduais, que é a principal razão pela qual eu queria aparecer este ano.”

Leave a Reply

Your email address will not be published.